As People Skills do empreendedor: papo com o Fora de Série

  • por
people-skills-empreendedor

Conversei com o @apaese e com o  @rafacappelli, do @foradeserie, sobre os caminhos da educação no contexto do empreendedorismo. Nosso papo convergiu em torno dos motivos pelos quais as People Skills, ou seja, nossas capacidades socioemocionais, são tão importantes para quem empreende. 

Perfil de empreendedor: será mesmo que existe um tipo certo? 

Empreendedores não são apenas empresários. Também podem ser chamados assim os indivíduos que fazem parte de uma empresa e empreendem dentro dela (os chamados intraempreendedores), os que constituem o terceiro setor ou mesmo aqueles que trabalham no governo

Empreender, na verdade, é uma atitude de vida.

Em todos os casos bem-sucedidos, é comum que os empreendedores tenham como característica um espírito criativo, a inovação e a resiliência. 

Assim, além da atitude de ser o protagonista da sua própria vida, o verdadeiro empreendedor é, de acordo com Jeffrey A. Timmons, alguém comprometido, determinado, perseverante e acima de tudo ético. 

Sistema Educacional na formação empreendedora: por que isso é um problema?

Enfrentamos atualmente um grande problema: uma crise na educação básica do Brasil, que só pode ser resolvida com a melhoria do processo de aprendizagem. 

É fundamental que exista maior conexão entre o aprendizado e a prática; só assim o ensino será mais eficiente. Maiores investimentos em profissionais com posturas diferentes diante do alunato é um ponto essencial diante desse cenário: precisamos de mais profissionais colaborativos, que coloquem o aluno no foco do aprendizado.

A lógica do ensino atual é industrial,  os profissionais tendem a ser especialistas em determinados tópicos. A grande questão é que, no mundo em que vivemos, não tomamos decisões isoladas, porque ninguém tem como saber de tudo: precisamos da colaboração de outras pessoas para construir nossas ideias e formar nosso conhecimento.

Nesse cenário, as habilidades técnicas, ou Hard Skills, ganham total espaço no sistema educacional brasileiro, enquanto as People Skills – como inteligência emocional, ética, disciplina e criatividade – são postas de lado.

Isso é um problema, uma vez que as People Skills são extremamente necessárias para a vida profissional dos indivíduos.

Atualmente, segundo a Michael Page, 91% das pessoas são contratadas pelas empresas devido às suas habilidades técnicas, porém, elas acabam sendo demitidas em razão das suas People Skills

Ensino a distância: uma alternativa viável?

Vivemos um grave problema grave infraestrutura, então o ensino a distância é uma alternativa a ser considerada para facilitar o acesso à educação.

Todavia, a transformação nessa área só vai acontecer com a mudança na mentalidade e na capacitação dos professores. 

A sala de aula precisa ser um ambiente de aplicação de conhecimento, uma simulação da vida real— não mais repetição de conceitos prontos. É essencial, portanto, que o aluno esteja no centro do aprendizado.

Trilha de evolução para o empreendedor: passo a passo para o autodesenvolvimento

É plenamente possível desenvolver qualquer habilidade. Tenha sempre isso em mente e desconfie de quem diga o contrário.

No caso das People Skills, indico estes 3 passos para quem quer desenvolver habilidades sociocomportamentais:

  1. Em primeiro lugar, saiba que como empreendedor você nunca vai parar de estudar e buscar conhecimento. É preciso estar sempre atualizado

  2. Assuma o protagonismo da sua vida e das suas decisões. Não dependa de ninguém e faça o que for necessário para atingir os seus objetivos. Você é o único responsável por si mesmo

  3. Busque ajuda, se planeje e prime pela organização. Sugiro que você siga o método 10-20-70: 10% do conhecimento sobre o que você busca desenvolver será adquirido com cursos, livros e estudo; 20% com a interação com pessoas que dominem a temática do seu interesse; os 70% restantes você aprende colocando em prática o que você absorveu nos outros 30%. Por exemplo: caso você queira desenvolver sua oratória, você precisa falar em público e praticar.

 

Empreender definitivamente não é fácil, é uma tarefa que exige sacrifícios diários, por vezes é difícil, cansativo, demanda muitas responsabilidades e as incertezas em relação ao futuro sempre vão existir.

Contudo, os frutos dessa jornada certamente valerão a pena!

Gostou deste artigo?

No meu Instagram @vabo23 estou sempre compartilhando os passos mais importantes da minha jornada e trocando ideias sobre people skills, liderança, empreendedorismo e a vida, em geral.

Segue lá e me manda seus desafios por DM que tentarei te ajudar!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.