Como desenvolver People Skills para processos seletivos

  • por
people-skills-processo-seletivo

Participei de uma live da Stone, a convite da Livia Kuga, para falarmos sobre as People Skills e sua relação com os processos seletivos.

A seguir, separei os principais pontos do nosso bate-papo para você conferir!

O que são as People Skills?

People Skills são as habilidades comportamentais e sócio-emocionais, também chamadas de soft skills. As hard skills, em contrapartida, são as habilidades técnicas, como matemática, química, finanças, SEO…

Porém, essas nomenclaturas não são as mais sensatas, a meu ver. Na tradução literal, soft é “macio, ameno” – te passa a impressão de que elas são menos importantes e mais fáceis de se desenvolver do que as hard skills, certo? Mas acontece exatamente o contrário.

Desenvolver inteligência emocional, antifragilidade e autoconhecimento, por exemplo, não é nada simples. Por isso acredito que a melhor maneira de denominá-las é People Skills, pois assim deixamos clara a diferença, sem diminuir sua relevância.

Por que desenvolver People Skills e hard skills?

A Michael Page, maior empresa de recrutamento do mundo, realizou uma pesquisa onde constatou que 91% dos profissionais são contratados por conta das habilidades técnicas. Por outro lado, as demissões ocorrem por conta das habilidades comportamentais.

Ou seja, os colaboradores são contratados pelas experiências profissionais, formação, etc., mas são demitidos por não saber trabalhar em equipe, não ter comprometimento, entre outras.

Por isso, hoje, as empresas se preocupam em fazer as contratações levando em conta também as People Skills, que serão o grande diferencial na trajetória do profissional.

Outra pesquisa feita pela Talent Smart indica que 58% da performance do indivíduo é explicada pela sua Inteligência emocional. O QI já não é mais tão relevante quanto o QE, o quociente emocional. Sendo assim, a capacidade de lidar com suas emoções, controlar a ansiedade e ter autoconhecimento são suficientes para entregar suas tarefas.

Os profissionais precisam mostrar as soft skills que possuem durante os processos seletivos para sinalizar ao recrutador que tem um caminho melhor a ser desenvolvido. Como fazer isso?

Estude as People Skills nas quais você quer se desenvolver

Tenha consciência de que o que trará sucesso e felicidade é a sua capacidade de se desenvolver nas habilidades comportamentais. Mentalidade de crescimento, growth mindset, acreditar que só depende de você desenvolvê-las e não delegar isso a terceiros – isso é fundamental!

Eu indico se valer da andragogia para guiar seu aprendizado. Esse método é caracterizado pelo aprendizado na seguinte proporção:

  • Você aprende 10% lendo a respeito do tema e fazendo cursos, conhecimento que já está formalizado
  • Você aprende 20% por meio da mentoria e da troca com pessoas experientes naquilo que você quer desenvolver
  • Você aprende 70% colocando em prática seu conhecimento

Habilidades para desenvolver se quiser trabalhar em uma empresa Unicórnio

As People Skills possuem duas bases principais, que são a inteligência emocional e autoconhecimento. As demais surgem a partir do desenvolvimento delas. 

Portanto, as habilidades nas quais você pode focar, em um primeiro momento, são:

  1. Resiliência: receber “nãos” e não se frustrar seguindo em frente
  2. Inteligência emocional: ter consciência das suas emoções e não agir de forma automática.
  3. Aprendizado constante: é fundamental, somado a capacidade de desaprender por precisar renunciar a algo seja porque não é mais relevante, está desatualizado ou alguma outra razão

Independente de qual seja sua área de atuação, é de extrema importância desenvolver essas habilidades.

People Skills importantes para liderança de equipe

  1. Escutatória: saber ouvir, estabelecer canal de diálogo com seu time 
  2. Vulnerabilidade: a disposição de se expor, de se expressar de uma forma autêntica e franca, de fazer coisas sem garantia, de ter coragem para correr riscos
  3. Segurança psicológica: capacidade que o líder tem de fazer com que o time tenha um ambiente onde as pessoas se sintam à vontade para dar opinião, serem elas mesmas, contribuírem e ver significado em seus trabalhos 
  4. Empatia: se colocar no lugar do outro, com a cabeça, o olhar e o coração dos outros

Como falar das People Skills nas entrevistas

É fundamental apresentar as People Skills de maneira estratégica nas entrevistas. Uma dica é contando alguma história da sua vida e mencionando a relação das suas experiências com cada habilidade que você desenvolveu.

Dessa forma, você apresenta através de exemplos as habilidades desenvolvidas, tornando suas experiências mais palpáveis.

Outra dica é fazer o dever de casa: estudar a empresa antes, entender seu conteúdo e conectar os desafios e valores com sua própria experiência. A cereja do bolo é ensinar algo ao entrevistador, criar um diálogo com ele e “entrevistar” o entrevistador, com perguntas inteligentes.

Dicas para a entrevista 

  • Estruturar respostas – treine na frente do espelho ou com amigos; a cada vez que você repete, a próxima sempre sai melhor
  • Planejar a vestimenta
  • Colocar uma playlist para escutar no caminho para entrar em um clima positivo e alegre
  • Levar o resumo do que estudou da empresa e do seu pitch e ler durante o caminho
  • Pontualidade, chegar pelo menos com 30 minutos de antecedência. Aproveitar para observar o ambiente e as pessoas, se possível interagir com elas
  • Mostrar energia e entusiasmo 
  • Ser autêntico e demonstrar quem você realmente é 

Além de se preparar para a entrevista e saber sobre a história da empresa, é fundamental entender que o recrutador é alguém que está à procura de alguém para entrar no time, enxergá-lo como um aliado – e não alguém superior ou inferior a você.

É importante criar uma sinergia do que você é e quer e encontrar um trabalho que se conecte com isso.

Limitações para desenvolver as People Skills

Crenças limitantes e autossabotagem são os únicos que podem te impedir de desenvolver as People Skills. Precisamos ter em mente que nós não somos os nossos pensamentos.

Um exemplo é a timidez: ela não impede de se desenvolver, mas algumas vezes pode fazer você perder oportunidades. A pessoa extrovertida fala mais, porém tem mais dificuldade em ouvir. Já o introvertido tem capacidade maior de escutatória e isso é uma vantagem.

Desenvolver a autoconfiança é fundamental para aproveitar as vantagens da timidez e saber gerenciar os pensamentos. 

Indicações de material para autoconhecimento

People Skills valorizadas pela Stone

  • Integridade – Ética e autenticidade 
  • Energia – Disciplina, determinação e vontade para enfrentar os desafios
  • Inteligência – Dos mais variados tipos

Trabalhando essas habilidades, é certo que você vai brilhar nos mais distintos processos seletivos 😉 Boa sorte!

Gostou deste artigo? Compartilha com alguém que você acha que vai curtir também.

No meu Instagram @vabo23 estou sempre compartilhando os passos mais importantes da minha jornada e trocando ideias sobre people skills, liderança, empreendedorismo e a vida, em geral.

Segue lá e me manda seus desafios por DM, não esquece de me contar aqui nos comentários e lá no instagram o que achou do artigo. Até a próxima!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.