Trajetória Empreendedora – Alvaro Schocair

Possui 41 anos de idade e se formou em Administração de empresas pela FGV. Trabalhou pela primeira e única vez com carteira assinada enquanto estava na graduação na companhia Suzano de papel e celulose. Enquanto estava na Suzano e se graduando, criou uma startup chamada Perfil, de orientação vocacional para jovens e faliu após 3 meses.

Pouco tempo depois, identificando a impossibilidade de crescimento de carreira dentro da Suzano e instigado por um sonho maior, optou por voltar a empreender. Junto com 3 amigos da graduação criou o ChemHunter, um Marketplace de produtos químicos que fazia intermédio entre compradores brasileiros e vendedores chineses. Após sucesso da companhia, aos 21 vendeu o ChemHunter para uma empresa maior e capitalizou patrimônio pela primeira vez.

Pouco tempo depois, após ser convidado por um amigo Fernando, passou a ser representante da marca Reebok no Brasil, no braço de aparelhos fitness, num modelo de franquias. Desestimulado pelo excesso de burocracia, vende sua participação na empresa e passa a focar na Wharton School, com o intuito de aprender mais sobre mercado financeiro e abrir uma gestora no futuro. Durante esse processo, recebe um convite inesperado. Zeca Magalhaes fundador da Tarpon investimentos o chama para trabalhar na empresa e ganhar conhecimento na pratica e é fortemente orientado por Luiz Alves Paes de Barros.

Após um longo caminho com muitos desafios, em 2007, já com atuação internacional e fortemente consolidado no mercado interno, fazem o IPO da Tarpon em operação que avaliou a empresa em R$ 900 milhões. Fazendo história no mercado financeiro com o primeiro IPO de powerpoint do brasil, ou seja, de uma empresa que ainda não está em funcionamento e levantam R$ 586 milhões e a empresa segue listada até hoje. Também cria a empresa Brenco, focada no mercado sucroalcooleiro. Com empréstimos de mais de R$1,8 bilhões e compostas por profissionais bem pagos e experientes.  A empresa vai a falência e é vendida por 1/5 do seu valor de compra. Ainda com a Tarpon, compram 25% da Arezzo e estruturam toda a sua parte financeira. Transformando a empresa no maior conglomerado calçadista do Brasil e 3 anos após a compra vendem sua participação por 5x o que haviam pagado, por 375 milhões. Houve um momento em que participou do projeto de fusão entre a Sadia e a Perdigão e tem uma semana muito desgastante, perdendo a entrega dos ovos de páscoa para os filhos, reflete sobre a vida e opta por sair da Tarpon.

Funda a Quebec, holding focada em investimento de impacto social e/ou ambiental

Fundam a Bravia para gerir fundos dentro da Quebec, mas advinda de problemas internos, optam pelo fechamento.

Compram e expandem a Odontoclinic, focada em atendimento dental e ortodôntico do público C e D.

Fundam a GD Solar, maior empresa de energia solar do Brasil.

Fundam a Link School of Business, que receberá 100 alunos de administração de empresas por semestre e terá ensino pratico focado em empreendedorismo, diferente de qualquer modelo vigente no Brasil.

Funda o @alemdafacul, que em menos de um ano se torna a maior rede social focada em empreendedorismo no Brasil, com mais de 200k seguidores.

Atualmente busca aprimorar o sistema educacional brasileiro e ser responsável por uma ressignificação na importância do aprendizado.

nv-author-image

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.