Como colocar people skills no currículo

Esse texto traz algumas dicas que compartilho durante minhas Lives. Siga @vabo23 para não perder nenhuma!

Invariavelmente, qualquer empresa para a qual você se candidatar vai analisar o seu currículo, então é fundamental que você tenha um currículo organizado, estruturado. E toda vez que surge esse assunto, eu bato bastante em uma tecla que é: procure fazer algo que seja diferente. 

Qual é o seu diferencial? Tenha isso muito claro. Qual o seu diferencial como pessoa, qual seu diferencial como profissional? Por que essa é uma pergunta que vão te fazer em algum momento e se de cara a empresa já percebeu que você tem um diferencial e qual é ele, isso provavelmente vai queimar alguma etapa para você. 

Esse processo de autoconhecimento, de saber qual é o seu diferencial, você pode começar a mostrar já no primeiro contato com o entrevistador.

Neste texto eu separei 26 dicas para você montar um currículo inesquecível! Clica aqui pra conferir!

Além disso, eu recomendo que seu currículo tenha um design bacana e que você coloque os resultados que você obteve por onde você passou. Isso já vai te diferenciar de muitas e muitas pessoas que só fazem o currículo tradicional, feijão com arroz e viram mais um. 

Você não quer ser mais um, certo? Você quer conquistar aquela vaga, você quer conquistar aquela empresa, você quer ser bem-sucedido.

Nesse processo, uma pergunta que sempre aparece pra mim é: devo colocar as minhas people skills no currículo?

Como colocar people skills no currículo?

Eu não recomendo, a menos que você tenha encontrado uma forma diferente de falar da suas people skills. Porque não adianta você dizer para mim “eu tenho muita resiliência, eu sei trabalhar em equipe e eu tenho muita empatia”. Só falar isso não é algo que seja factível. 

Olha a diferença se você estruturar da seguinte forma: “quando eu tinha 15 anos, eu participei de um projeto de iniciação científica na minha escola e nós tínhamos pessoas que eram muito diferentes no grupo. Tinha um pessoal que curtia mais matemática e outro pessoal mais de humanas no mesmo grupo e eu tive a ideia de a gente fazer uma reunião em que poderíamos trocar as ideias. Com isso, acabou que a gente se integrou mais, conseguiu trabalhar melhor, eu pude ouvir melhor as pessoas (empatia) e todo feedback ruim que a gente recebeu, a gente procurou analisar (resiliência). No fim, tiramos o primeiro lugar na feira de ciências”. 

Você contou uma história de uma experiência, com aprendizados e resultado!

Repara que eu escolhi de propósito uma história de quando você tinha 15 anos porque tem muito aluno meu que tem 19 e fala assim “eu não tenho experiência profissional nenhuma”. 

Não me interessa tanto assim sua experiência profissional, porque eu quero saber primeiro se você tem atitude! Eu quero saber se você tem a cultura da empresa que eu estou buscando. Então se com 15 anos você reuniu uma galera, fez um processo de iniciação científica, correu atrás, venceu suas frustrações, para mim está, legal porque eu estou buscando a sua atitude (people skill) e eu vou te ensinar a ferramenta (hard skill) que você precisa. Essa é a postura que muitas empresas adotam.

Sendo assim, se você for falar de people skills, coloque dentro de um contexto em que você aprendeu algo e obteve um resultado a partir disso.

Aí, sim, é só sucesso =)

nv-author-image

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.